FORMAÇÃO E RECICLAGEM

BRIGADA DE INCÊNDIOS FLORESTAIS

Combate a Incêndios em Coberturas Vegetais

O INCÊNDIO EM COBERTURAS VEGETAIS compreende um conceito de incêndio que ultrapassa o cenário de floresta.

Este distingue-se de outros tipos de incêndio pela sua ampla extensão, velocidade de propagação, o seu potencial para mudar de direção inesperadamente, e a   sua capacidade para superar obstáculos como estradas, rios e aceiros.

A eficiência de um combate a incêndios desta natureza pode ser alcançada através dos seguintes passos:

– capacitação dos brigadistas, com técnicas seguras e eficazes;

– planejamento e gerenciamento, através de ferramentas de padronizadas;

– recursos apropriados e planos de auxílio mútuo.

 

 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL

Lei nº 12.651/2012 – Código Florestal, Art. 38, § 2º

Decreto nº 56.571, de 22.12.2010 SP, Art. 24, caput e § 1º (CETESB)

Instrução Técnica – n°17/2018, Anexo A, Tabela A.1, Grupo/Divisão M-6 do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo

Instrução Técnica – n°44/2018, item 5.4 (NBR ISO 14.001, item 4.4.2 – Formação do Grupo de Atendimento Emergencial)

CONTEÚDO TEÓRICO

– Introdução: aspectos legais e responsabilidades

– Classificação e geografia do incêndio

– Tipos de combustíveis e fatores de propagação

– Riscos específicos e EPI’s

– Gerenciamento – Sistema de Comando de Incidentes

– Métodos de extinção:

  • Sistema de área
  • Sistema de linha de controle

a) Método direto

b) Método de dois pés

c) Método paralelo

d) Método indireto

  • Métodos de construção de linhas de fogo

a) Método por rotação

b) Método progressivo funcional

c) Método progressivo golpe único

  • Aceiros ou linhas de defesa

a) Aceiros preventivos

b) Aceiros emergenciais

c) Aceiros de segurança

Recursos para Combate a Incêndios:

  • Ferramentas de sapa
  • Pinga-fogo / lança-chamas
  • Bombas costais
  • Máquinas agrícolas
  • Supressantes e retardantes

Táticas de Combate a Incêndios:

  • Brigada e células de combate
  • comboio e incursões terrestres

Socorro Emergencial:

  • Formas de Socorro – Trauma e Emergências Clínicas
  • Ressucitação cardiopulmonar – RCP (AHA/2015)
  • Hemorragias
  • Queimaduras
  • Intoxicações
  • Animais peçonhentos

EXERCÍCIOS PRÁTICOS

  • Técnicas e Práticas em Socorro Emergencial
  • Técnicas de utilização de abafadores e bombas costais, ferramentas de sapa, pinga-fogo / lança-chamas
  • Técnicas de utilização, Transporte e Acondicionamento de Mangueiras de Incêndio
  • Técnicas de contrafogo, aceiros, supressantes e retardantes de fogo

CARGA HORÁRIA: 16 horas/aulas (70% PRÁTICO)

LOCAL DE REALIZAÇÃO: O curso será na modalidade “In Company”.